20 Anos de Igreja Betesda

TORNE SUA IGREJA CONHECIDA!

Artigos e Ilustrações

Edison Queiroz

Todo pastor deveria se sentir desafiado a ganhar sua cidade para Cristo.

É conversa fiada pensar: “A minha cidade é dura”. É dura nada! Já pensou se Davi chegasse diante de Golias e falasse: “Olha o tamanhão dele, Senhor!”.

Com Davi foi o contrário. Quando ele viu o tamanho o gigante, ele falou: “Não vou errar a pedra de jeito nenhum!”.

Não existe esse negócio de “cidade dura”. Deus quer ganhar vidas e vai operar. Então, se você toma a decisão “Eu vou ganhar a minha Jerusalém para Cristo”, tenha certeza de que Deus está mais interessado nisso do que você mesmo.

Por que não começar a pensar: “O que fazer para ganhar minha cidade para Cristo?”.

O povo brasileiro está tão aberto ao Evangelho que precisamos mostrar aos que vivem ao redor da nossa igreja que aí há pessoas que são de Deus. Há muitas idéias sobre como fazer isso. Veja algumas que eu descobri.

Aprendi muito com o ministério do irmão Cho, da Coréia. Ele estabelece alvos e pede a Deus. Ele aprendeu o segredo. Não é o crente que vai fazer força para ganhar almas. O segredo é começar pedindo as almas a Deus.

Há um grupo em São Paulo que “faz pedágio”. Quando os carros param no farol eles entregam folhetos para os motoristas.

Temos uma equipe chamada “a igreja do trem”. O pessoal entra no trem com um violão e começa a cantar e distribuir folhetos. Estão ganhando almas para Cristo.

Se soubermos divulgar a mensagem com criatividade, as pessoas que Deus tem preparado vão responder ao desafio do Evangelho. Estamos com a faca e o queijo na mão.

Se você tomar a decisão de atingir toda a sua cidade, a Cruzada Mundial de Literatura dá folheto de graça. Você só precisa fazer um plano correto que consiste em pegar o mapa da cidade e marcar rua por rua.

E isso dá fruto! Segunda-feira eu estava num aconselhamento. Chegou um moço e disse: “Como eu faço para aceitar Jesus?”

Ele abriu sua carteira e lá estava um folheto bem guardadinho. “Alguém me deu esse folheto. Não sei quem é, nem de onde apareceu. Fui para casa e vi o carimbo da igreja. Eu quero esta vida que está sendo apresentada aqui”.

Eu só tive o trabalho de mostrar o plano da salvação para ele e dizer para ele orar recebendo Jesus. Hoje esse moço é um seminarista.

Sua igreja tem placa na frente? Que tamanho é? Se a plaquinha é pequenininha, faça o favor de ir lá hoje mesmo, pegar o martelo, arrebentá-la e colocar uma nova, bem grande.

Em frente a nossa igreja está escrito escandalosamente em letras vermelhas: “Igreja Batista” e, logo abaixo: “Só Cristo salva” e o horário dos cultos.

Nossa igreja está localizada bem no centro da cidade e muita gente passa em frente de nosso templo. Temos vários irmãos que, ao leram o que estava escrito na placa foram tocados por Deus e eles vieram se entregar a Jesus.

Coloque cartazes e faixas bem escandalosas para mostrar ao povo da sua cidade que ali há uma igreja que está levando Deus a sério.

A placa também deve ser bem iluminada. Quarta-feira é dia de culto em nossa igreja. Um irmão que trabalha na Pirelli convidou uma colega de trabalho para ir à igreja.

Ela falou: “qualquer dia eu vou”. Certa quarta-feira ela passou em frente da igreja com seu esposo e viu a igreja toda iluminada. Deus usou isso para tocar em seu coração.

Na quinta-feira ela disse para aquele irmão: “Ontem vi sua igreja com todas as luzes acesas e fiquei com desejo de ir lá. Posso ir domingo?”

Ele falou, “Não só pode como deve!”. Eu me lembro que na hora da decisão, o irmão da Pirelli e sua esposa estavam ajudando aquele casal a entregar a vida a Jesus.

Uma outra coisa que você pode fazer para tornar sua igreja notada na cidade é um programa de rádio.

Nosso programa chama-se “Tempo de Buscar a Deus”. Quanto resultado tem dado este programa de rádio!

Certo dia desafiei a igreja: “Vamos fazer uma oferta missionária. Vamos levantar o dinheiro e pôr um programa no rádio!”.

É até melhor um programa de cinco minutos do que um de meia hora. Em cinco minutos você manda aquela mensagem de desafio, de inspiração, de salvação e fala: “Venha cultuar a Deus conosco. Igreja tal, rua tal”.

Aprenda a ser chorão. A Bíblia diz, “pedi e dar-se-vos-á, buscai e achareis”. Chegue no jornal da sua cidade ou no rádio e diga: “Escuta, a nossa cidade está precisando de uma mensagem de amor, de esperança. Eu me coloco à disposição do senhor. Não vou cobrar nada, mas eu posso vir todo dia para trazer uma mensagem de cinco minutos sobre o amor de Deus, O senhor aceita?”

Em nossa cidade há o “Jornal do Grande ABC”. Todos os empregos saem ali. Normalmente, como está a vida de um sujeito procurando emprego?

Ele está na “rua da amargura”, ele está desesperado. Estou tendo a idéia de dizer ao diretor do jornal: “Nós estamos com tantos desempregados. A situação está apertada, está difícil. O senhor deixaria eu colocar no meio da página, dos anúncios, uma notinha dizendo: “Cristo é a solução. Podemos te ajudar. Igreja Batista, rua tal, telefone tal?”. Tenha certeza que se ele concordar Deus vai usar isso!

Enfim, se fizermos a nossa igreja notada na cidade, teremos mais condições de receber aquelas vidas que Deus quer salvar.

Betesda Anápolis - Igreja Betesda de Anápolis - Lugar da Misericórdia Divina
Rua D-18, Número 77 - Cidade Jardim
Anápolis - GO - Atrás do Posto Petrobras

contato@betesdaanapolis.com.br - 62 3311-1938

Agência Martins