20 Anos de Igreja Betesda

Aula 1 Apresentação do curso

Jovens Betesda - JB

liderancaApresentação do curso:
O curso de líderes foi desenvolvido para propor aos jovens da Jube de Anápolis um tempo de reflexão sobre como pode a JUBE ser mais efetiva no cumprimento de seu papel na igreja. De maneira que os seus membros mais envolvidos ou aqueles que desejam se envolver mais nas atividades da JUBE possam juntos discutirem e desenvolverem um novo projeto para a juventude Betesda.
Objetivos:
• Desenvolver pelo menos 7 novos líderes comprometidos;
• Apresentar os 5 propósitos principais da igreja para orientar os trabalhos da JUBE:
o Adoração, evangelismo, comunhão, discipulado, ministério;
• Apresentar o conceito de desenvolvimento de dons espirituais;
o Pessoas certas nos lugares certos pelos motivos certos;
• Desenvolver um projeto para a Jube baseado nos conceitos de propósitos e dons aprendidos.
Conteúdo Programático:
Módulo 1 – Descobrindo os propósitos da Igreja.
Aula 1 – Apresentação
Objetivos
• Apresentação do curso;
• Apresentar o conceito de liderança;
Aula 2 – Definir o propósitos da igreja e sua vivência na prática.
Objetivos
• Conceituar os propósitos da igreja.
• Relacionar os propósitos da igreja com os programas e Eventos
Módulo 2 – Descobrindo os Dons Espirituais.
Aula 1 – A atuação do Espírito Santo na capacitação e prática da vida cristã
Objetivos
• Apresentar os dons espirituais ;
• Demonstrar como Deus usa nossos talentos e experiências.
Aula 2 – Descobrindo o seu dom espiritual.
Objetivos
• Fazer teste de Dons
• Orientar sobre como aplicar esse Dom no conceito de propósitos e ministérios da igreja.
Módulo 3 – Aplicando os conhecimentos;
Aula 1- Técnicas de confecção de projetos.
Objetivos
• Orientar os novos líderes nas técnicas de desenvolvimento de  projetos,
• Desenvolver um projeto aplicando os conceitos de propósitos da igreja e dons espirituais.
Aula 2 – Revisão e avaliação.
Objetivos
• Revisar o que foi aprendido;
• Apresentação dos projetos.
Liderança Espiritual
Liderar é uma ação que pode ser entendida de várias maneiras: no aspecto secular pode significar exercer poder, comandar, conduzir, guiar, inspirar, servir de exemplo, inspirar. Pensar em ser líder nos trás a mente pensamentos de poder, de influencia, prestígio e grandeza. (Sanders, 1985, p. 8)Afirma que “desejar grandeza não é, necessária mente, pecado, em si mesmo. É a motivação que determina o caráter pecaminoso.” Segundo ele:
“Todos os crentes têm a obrigação de realizar o máximo suas vidas, isto é, desenvolver ao máximo suas capacidades e seus talentos recebidos de Deus. Entretanto, Jesus ensina que qualquer ambição que se centraliza em si mesmo, e termina em si mesmo é errônea (…) por outro lado, a ambição que centraliza na glória de Deus, e no bem estar de Sua igreja, não apenas é legítima como também é digna de louvor“ (Sanders, 1985, pp. 8,9).
 No âmbito espiritual, que é o nosso foco, o sentido de liderar recebe outra conotação. “A verdadeira grandeza, a verdadeira liderança, não é alcançada conseguindo a sujeição de pessoas ao nosso serviço, mas mediante a nossa consagração ao serviço às pessoas” (Sanders, 1985, p. 9) para Sanders o verdadeiro líder esta mais interessado no serviço que pode prestar a Deus e seus companheiros do que nos benefícios que pode extrair do cargo ou da vida. Ele vive para servir, não para ser servido. Esse é o princípio mestre da liderança espiritual ou cristã que deve entendido, assimilado, compreendido com clareza e obedecido com fidelidade, e ainda aplicado em todas as áreas da vida de um verdadeiro servo de Deus, como vemos no texto a seguir:
“Mas Jesus, chamando-os a si, disse-lhes: Sabeis que os que julgam ser príncipes dos gentios, deles se assenhoreiam, e os seus grandes usam de autoridade sobre elas; mas entre vós não será assim; antes, qualquer que entre vós quiser ser grande, será vosso servo; e qualquer que dentre vós quiser ser o primeiro, será servo de todos. Porque o Filho do homem também não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos.”(Mc 10: 42-45).
 É interessante notarmos que o que se lê sobre Moisés é: “Moisés meu servo” (Ex 14:31; Dt 34:5; Js 1:13), e não: “Moisés meu líder”. Da mesma forma Davi que foi um grande líder.
  O ideal de Cristo para seu reino era o de uma comunidade de pessoas dervindo-se mutuamente – serviço mutuo, uns aos outros. Paulo advoga a mesma idéia “Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não useis então da liberdade para dar ocasião à carne, mas servi-vos uns aos outros pelo amor” (Gálatas 5:13)
 Por tudo o que foi trado até aqui podemos concluir que liderar é mais que influenciar pessoas, é servir a Deus servindo aos outros; e através desse serviço motivado por amor é que Deus abençoa a muitas pessoas e assim é glorificado ao ser reconhecido como Deus no serviço do crente. O servir então pode ainda significar aproximar as pessoas de Deus, e essa é a tarefa do líder cristão, conduzir as pessoas a uma vida de intimidade com Deus.
Princípios de Liderança Espiritual
• Há uma soberania na liderança Espiritual
• Há um sofrimento envolvido na liderança espiritual
• Dependência
• Aprovação
• Modéstia
• Empatia
• Otimismo
• Unção
Visto que nós filhos de Adão,
  Desejamos tornar-nos grandes,
Ele se tornou pequeno.
  Visto que nós não nos curvaremos,
Ele humilhou-se a Si próprio.
  Visto que desejamos governar,
Ele veio para servir.

Betesda Anápolis - Igreja Betesda de Anápolis - Lugar da Misericórdia Divina
Rua D-18, Número 77 - Cidade Jardim
Anápolis - GO - Atrás do Posto Petrobras

contato@betesdaanapolis.com.br - 62 3311-1938

Agência Martins