20 Anos de Igreja Betesda

Curso de Líderes Aula 04

Jovens Betesda - JB

lider1_thumb[5]AUTO-AVALIAÇÃO DE SEUS DONS

Continuando nosso estudo sobre dons e ministérios, será bom você considerar quais dons você pode ter. Encorajamos você a ser bem aberto à probabilidade de que existem dons além dos que estão na lista abaixo. Nenhuma das listas na Bíblia é completa, e não existe muita razão para pensar que a soma de listas incompletas necessarianiente levaria a urna lista completa. Assim, se você quiser acrescentar outras opções ao final da relação, fique à vontade para especificá-las. Na próxima aula, estaremos esclarecendo o que é um dom espiritual. Corno exercício inicial, pense nos dons que você pode ter e sinta-se à vontade para colocar o que você quiser ao final da lista. Esta, inclui os dons especificamente incluídos na Bíblia. Alguns até podem ter dúvidas quanto a alguns dons da lista, preferindo chamá-los de talentos. Na próxima aula, explicamos a relação entre dons e talentos, mas nesse momento inicial não precisa se preocupar muito com essa distinção.

A relação ajuda a distinguir os dons que você: 1) sente que definitivarnente tem; 2) poderia ter; e 3) sente que não tem. Para cada dom na lista a seguir; marque uma das primeiras três colunas. Terminando de fazer isso, você encontrará instruções no final do gráfico quantoà quarta coluna.

Depois do gráfico com as colunas, você encontrará uma breve lição de cada dom. Se tiver dúvidas quanto a como responder a um item a seguir, a definição desse dom poderá ajudá-lo.

 

SITUAÇOES

RELAÇÃO DOS DONS Eu sinto claramente que tenho esse dom Pode ser que eu tenha esse dom Não sento que tenha ess dom Eu gostaria de desenvolver esse dom

Profecia (ouvir a voz de Deus)

Serviço (ou ministério)

Ensino

Exortação/encorajamento

Dar/Contribuir

Presidir/Liderar

Misericórdia

Apóstolo (obreiro apostólico)

Profeta (pregador/proclamador)

Evangelista

Pastor

Mestre

Palavra de sabedoria

Palavra de conhecimento

Dons de Cura

Milagres

Discernimento de Espíritos

Línguas

Interpretação dc línguas

Administração

Ajuda (ajudando alguém)

Arte/artesanato (Êx 31.1-11)

Celibato/solteirismo

Exorcismo/libertação

Hospitalidade

Intercessão

Louvor

Missionário (transcultural)

Pobreza voluntária .

Outro:

Tendo marcado uma das primeiras três colunas para cada dom, volte agora para indicar na última coluna, no máximo três dons que você gostaria de desenvolver mais. Limitando-se a marcar uns poucos, você poderá concentrar-se no desenvolvimento deles nos meses seguintes.

Você pode indicar um dom na última coluna que você sabe que tem ou quer desenvolver mais seriamente ou um dom que você pensa que tem e gostaria de explorar mais. Também pode indicar um dom que você sente que não tem, mas gostaria muito de ter. Sinta-se à vontade para sonhar um pouco! Pode ser que exista algum dom adormecido em você aguardando essa oportunidade para começar a se manifestar!

Abaixo, seguem as definições de dons espirituais que podem ajudar esclarecer dúvidas quanto a como preencher o gráfico anterior. Em seu livro Descubra Seus Dons Espirituais, Peter Wagner dá uma excelente explicação de 27 diferentes dons, todos inclusos no gráfico. Se quiser aprofundar seu entendimento sobre qualquer deles, encorajmos você a adquirir esse livro. Wagner acredita que a lista não é completa. Foram acrescentados a essa lista três dons: dom de louvor, dom de profecia (distinguindo-o de profeta) e dom de mestre (distinguindo- o do dom de ensino), assim levando o total a 30 dons.

A seguir você encontrará as listas dos dons de Romanos (sete dons), Efésios (cinco dons ou chamados), 1 Coríntios 12.8-10 (nove dons) e mais dez possíveis outros dons.

DEFINIÇÕES DE DONS ESPIRITUAIS ESPECÍFICOS

ROMANOS 12:6-8

PROFECIA: A motivação de revelar justiça e injustiça pela declaração pública de uma mensagem de Deus de tal forma que mova o ouvinte a responder. Essa mensagem pode ser baseada na Bíblia ou numa revelação especial coerente com a Bíblia.

MINISTÉRIO/SERVIÇO: A motivação de suprir necessidades pela realização de projetos físicos ou sociais que ajudam a outros (aliviando-os e animando-os). Tanto Knight como Wagner fazem uma distinção entre o dom de serviço e o de ajuda, sendo diferentes palavras no grego.

ENSINO: A motivação de procurar, sistematizar e explicar as verdades de Deus, para que outras pessoas possam apreciá-las, entendê-las e usá-las.

EXORTAÇÃO/ENCORAJAMENTO: A motivação de chamar (encorajar, animar) alguém a agir segundo os propósitos de Deus, ajudando o a experimentar verdades divinas e, assim, ser abençoado.

DAR/CONTRIBUIR: A motivação de entregar recursos pessoais a outros a fim de ajudá-los a superar suas necessidades ou realizar seus ministérios.

PRESIDIR/LIDERAR: A motivação de ajudar um grupo a perceber os propósitos (e visão) de Deus, e mobilizar-se a realizá-los.

MISERICÓRDIA: A motivação de identificar-se com, e de responder às carências de pessoas aflitas ou necessitadas.

EFÉSIOS 4:11

APÓSTOLO (OU OBREIRO APOSTÓLICO): Alguém enviado com autoridade e poder para comunicar as Boas Novas do reino de Deus, resultando na formação de igrejas com fundamentos bons quanto à sã doutrina e ao governo saudável. Isso pode ocorrer na implantação de novas igrejas ou colocando-se fundamentos saudáveis em igrejas que estão necessitando deles.

PROFETA: Alguém chamado a proclamar a verdade de Deus. (Note a definição acima quanto à profecia como um dom motivacional; em Efésios 4, a diferença é que o profeta é uma pessoa dada à igreja, enquanto a profecia de Romanos 12 é um dom dado a uma pessoa.)

EVANGELISTA: Alguém chamado a compartilhar as Boas Novas do reino de Deus com pessoas incrédulas, de tal forma que elas cheguem a ser discípulos de Cristo e membros responsáveis do Corpo de Cristo que sabem como evangelizar outros.

1 CORÍNTIOS 12:8-10

PALAVRA DE SABEDORIA: Receber uma intuição de Deus para responder a uma situação específica.

PALAVRA CONHECIMENTO/CIÊNCIA: Ter informação dada por Deus para uma situação específica, que de outra forma não seria cohecida.

FÉ: Visualizar o que Deus quer fazer e manter uma confiança constante de que Ele fará, mesmo quando surgirem obstáculos que pareçam ser impossíveis de serem superados.

DONS DE CURA: Restaurar a saúde ao corpo e/ou à alma de forma obrenatural.

MILAGRES: Superar as leis naturais de tal forma que demonstre não divina.

PROFECIA: Receber e transmitir uma mensagem imediata de Deu por meio de uma palavra divinamente ungida para uma situação específica.

DISCERNMENTO DE ESPIRITO: Perceber e distinguir entri espíritos bons (anjos ou o Espírito Santo), espíritos maus (demônios) espíritos humanos.

LINGUAS: Falar um idioma (espiritual) que nunca tenha aprendido.

INTRRPRETACAO: Dar o significado de uma mensagem entregue através de línguas

OUTROS POSSÍVEIS DONS

Algumas pessoas preferem identificar o que segue como talentos, ao invés de dons.

ADMINISTRAÇÃO: Planejando e coordenando as atividades de outros para alcançar alvos predeterminados que edificam o Corpo de Cnsto (1 Co 12.28).

AJUDA (AUXÍLIO ou SOCORRO): Ajudando um indivíduo pessoal- mente (muitas vezes, um líder ou alguém doente), para que a vida ou ministério dele seja realizado mais plenamente (1 Co 12.28).

ARTE/ARTESANATO: Formando coisas belas que elevam o espírito de outros a Deus (Ex 31.1-li; 35.30-35).

MISSIONÁRIO (TRANSCULTURAL): Ministrando, em uma segunda cultura, quaisquer outros dons espirituais que tenha (ilustrado em Atos 11.19-26; At 13.1-3 e o resto do livro de Atos).

HOSPITALIDADE: Estabelecendo um ambiente de amor, aceitação e descanso para os que precisam de acolhimento fraternal (1 Pe 4.9).

LOUVOR: Entrando na presença de Deus através de músicas e cânticos, ministrando a Ele e sendo ministrado por Ele de tal forma que inspire outras pessoas afazerem o mesmo (1 Cr 16.4-7; 25.1-7).

CELIBATO/SOLTEIRISMO: Sentindo-se realizado como solteiro, desfrutando e celebrando a liberdade de poder dedicar-se completamente ao Senhor (1 Co 7.7).

POBREZA VOLUNTÁRIA: Liberando-se de dinheiro e posses de tal forma que se identifique com os pobres de sua sociedade, com a intenção de poder servir a Deus mais completamente (1 Co 13.3).

INTERCESSÃO: Orando através de extensos períodos de tempo, recebendo respostas freqüentes e específicas a suas orações, bem mais do que se espera do crente comum (ilustrado na vida de Jesus –

Mc 1.35; 6.46, 47; Lc 5.15, 16; 6.12; 9.18; 22. 32, 44; J0 17.9).

EXORCISMO/LIBERTAÇÃO: Liberando pessoas dos ataques, aflição e domínio de demônios (At 16.16-18: e ilustrado freaüentemente no ministério de Jesus).

Sinta-se avontade para modificar essas definições se Deus lhe indicar algo mais claro, sempre tendo cuidado de ficar dentro de um contexto bíblico equilibrado. Você pode acrescentar abaixo outros dons com suas definições, já que as listas de dons na. Bíblia são abertas.

Betesda Anápolis - Igreja Betesda de Anápolis - Lugar da Misericórdia Divina
Rua D-18, Número 77 - Cidade Jardim
Anápolis - GO - Atrás do Posto Petrobras

contato@betesdaanapolis.com.br - 62 3311-1938

Agência Martins