20 Anos de Igreja Betesda

De servo a líder, rei

Sem categoria

Jaqueline e Renato Sales

Quero compartilhar uma palavra que Deus colocou em meu coração, meditando um pouco sobre a vida de José, que foi um sonhador, um servo, um líder, um rei.

Com base na história de José, vejamos como Deus levanta seus servos.

No capitulo 37 de Gênesis, versos de 1 a 11, vemos um José sonhador. Deus colocou os sonhos dele no coração de José. Este queria compartilhar a sua felicidade com sua família, entretanto não imaginava que essa atitude despertaria inveja em seus irmãos (verso 11). Toda atitude tem sua consequência, seja ela boa ou ruim.

Os irmãos de José sentiram-se diminuídos em relação a ele: “Não bastasse ele ser o filho preferido do pai, Deus ainda fala com ele…”, esse fato nos ensina a ter cuidado ao compartilhar nossos sonhos, pois podemos acabar na prisão assim como José. Deus nos instrui a “guardar o coração” (Provérbios 4.23), por isso não saia contando tudo para todos!

Nos versos 12 a 36 percebemos as consequencias na vida de José por ter revelado seus sonhos, o que provocou a ira de seus irmãos.

No verso 20, temos o relato do plano de morte contra José, entretanto ele só foi vendido e levado para a casa de Potifar, que era o chefe da guarda do Faraó (capítulo 39).

Deus tinha um plano para a vida de José. O Senhor era com ele em tudo o que fazia, por isso ele prosperou na casa de Potifar. Pode ser que nesse momento José acreditava estar livre de qualquer coisa ruim, qualquer perseguição, mas o Senhor Deus diz: “Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos, diz o Senhor.” (Isaías 55.8.)

Apesar de Deus abençoar a casa de Potifar por amor a José, um fato desagradável tirou a tranquilidade desse nosso irmão, a mulher de Potifar tentou seduzi-lo, e por rejeitá-la, ela se vingou dele. Lembra o que eu citei sobre toda atitude ter consequência, seja boa ou ruim? Foi isso o que aconteceu. A mulher de Potifar, não satisfeita, mentiu para o seu marido dizendo que José queria se deitar com ela, e injustamente, ele foi jogado na prisão.

Talvez José pensou que estava tudo certo, que Deus o tinha levantado como líder da casa de Potifar e era só isso, mas o Criador queria mais para ele! Certa vez ouvi um pastor falar que o que você sonha para sua vida, Deus no mínimo sonha o dobro para você. É algo muito inspirador!

O Senhor queria que José voasse como águia, bem alto, mais alto do que ele imaginava, mas para isso Deus teria que pegar José, como se ele fosse um vaso de barro, quebrá-lo e fazer dele um vaso novo, mais belo do que nunca. Mas para isso acontecer, o processo foi muito doloroso.

Se você quer um grande ministério se prepare para a dor. Haverá muitos “ais” no caminho.

Fico a imaginar o que se passava na cabeça de José. Acredito que era algo assim: “Eu era um sonhador, virei servo de Potifar e me tornei líder de sua casa. Agora estou na prisão como servo novamente”. O vaso José foi quebrado mais uma vez na prisão, Deus o amassou, bateu e formou um novo vaso, a fim de que ele, José, fosse o rei dos vasos do Egito.

Deus nunca nos abandona, sempre está conosco seja onde for, até mesmo na prisão! Assim como Deus foi com José, Ele é com você. Deus o ama. Espere Nele, pois Ele é galardoador daqueles que o buscam.

Nos versos de 20 a 23, capítulo 40, Deus, por amor a José, lhe concedeu favor perante o carcereiro, este o colocou responsável por todos os presos. Mesmo na prisão, Ele se tornou alguém de confiança.

“Disse-lhe o senhor: Muito bem, servo bom e fiel; foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor.” (Mateus 25-21.)

Deus olhou para o vaso que era José e viu que poderia suportar as aflições e pressões de um reinado.

Agora lhe pergunto: O que você, como vaso, pode suportar? Qual pressão e aflição?

Deus permite que algumas coisas aconteçam em nossa vida para nos fazer um vaso forte, para quando cair, não quebrar. Enquanto vasos, podemos cair muitas vezes e quebrar, mas o Oleiro está sempre pronto para restaurar, fazer dos cacos um novo vaso, mais lindo e forte. E foi isso que Deus fez com José no capítulo 40: de sonhador ele se tornou intérprete de sonhos.

No capítulo 41 ele é lembrado pelo copeiro para interpretar o sonho de Faraó do Egito, mas além da interpretação, José pôde ser um conselheiro, pois os anos de servidão e liderança na casa de Potifar e na prisão contribuíram para ele se tornar um excelente líder, José tinha a sabedoria vinda do Senhor. O resultado foi a nomeação de governador, Farao e José eram os homens mais poderosos do Egito.

Veja, Deus deu para José um dom para ser usado na hora certa, para que ele alcançasse grandes coisas. É isso que o Senhor faz. Ele nos coloca em lugares altos para glória dele.

Que você possa cumprir o chamado de Deus para sua vida!

Betesda Anápolis - Igreja Betesda de Anápolis - Lugar da Misericórdia Divina
Rua D-18, Número 77 - Cidade Jardim
Anápolis - GO - Atrás do Posto Petrobras

contato@betesdaanapolis.com.br - 62 3311-1938

Agência Martins